Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Desabafo’ Category

Em São Paulo

Passagem rápida por São Paulo. Uma semana. Tempo suficiente para fazer um balanço maduro sobre o último ano. Aqui ainda tenho casa, livros, roupas e um bom pedaço da minha história. Mas ainda não é hora de voltar em definitivo. Preciso de mais tempo para colocar em ordem minhas prioridades (?). Interessante como depois de um tempo tudo ganha outra dimensão. O que era dor vira lembrança da dor, a nostalgia deixa de ser um peso e aquelas músicas que faziam chorar hoje soam dramáticas demais. Não tenho a intenção de mudar só pra agradar aos outros. Minhas mudanças tem relação com minhas próprias necessidades. E nesse momento tudo que eu quero e preciso é continuar no meu ritmo. E que siga o descompasso…

Anúncios

Read Full Post »

Talvez seja real II

Mais uma vez o meu lado esquerdo da cama está tomado por livros e revistas. O iPod estacionou nas mesmas músicas e não tenho vontade alguma de acompanhar nada na televisão. Na cabeceira, caneca com chá de maçã com canela, maracujá… erva-cidreira. O telefone não toca (ou pelo menos não ouço do outro lado da linha a voz que eu queria) e as fantasias se multiplicam feito praga em plantação. Me apaixono até por fotografia.  Penso em casamento justamente no momento em que tô mais sozinho. E resisto. Resisto bravamente ao pensamento fácil de abandonar tudo de novo. Meu ap tão querido, minha família tão instável (mas tão minha) e Macondo. Não. Ainda não me sinto bem aqui. Mas será que, atualmente, eu me sentiria bem em algum lugar???

Read Full Post »

Talvez seja real

E aí não dá pra inventar uma história de amor. Fazer de conta que está apaixonado só pra preencher vazios. Não cola. Os personagens surgem e somem com a mesma rapidez e facilidade. A verdade é que hoje, esse mês, esse ano, eu queria cultivar algo concreto e não apenas memórias. Queria que algo mudasse de fato. Voltar a ser dois, sem a irritação de perder a “liberdade”. O problema é que o tempo passa e com ele as exigências aumentam. Em dias como hoje fico mudo. Fico chato. Tento fórmulas. Mas acabo sem saco pra filmes, livros ou canções. Fico insuportável comigo mesmo e alimento todo tipo de desilusão. Penso no fim e lembro como detesto finais. Mas sei que isso passa… assim espero… e aguardo!

Read Full Post »